ETIQUETA DO PERFUME

quarta-feira, julho 30, 2014



E vamos falar mais um pouco sobre etiqueta, hoje será sobre uma coisa que todos amam, mas às vezes acabamos passando do ponto e fazemos as pessoas ao nosso redor “sofrerem” também... Estou falando de perfume!


Lendo uma revista local chamada Veracidade, que é distribuída na minha igreja, vi algumas dicas de etiqueta para o uso do perfume e resolvi compartilhar com vocês. São regras simples que irão ajudar muito no dia a dia e nas mais variadas ocasiões.


O perfume na medida certa pode agradar ou fazer as pessoas em volta se sentirem enjoadas e até com enxaqueca. Então acompanhe essas dicas básicas para deixar sua marca de forma positiva no que se refere a olfato.
  • Olfato treinado – Quem costuma usar sempre o mesmo perfume corre o risco da chamada “acomodação olfativa”. Ou seja, acabamos não percebendo mais o nosso próprio perfume e erramos na dose. Altere o perfume para não perder o olfato apurado.
  • Na dose certa - Um bom perfume deve envolver sem invadir. Ou seja, bastam duas gotas ou uma borrifada no caso do spray e só. Os lugares escolhidos para aplicação geralmente são os de maior circulação sanguínea (pulso, colo ou atrás da orelha), mas cada um pode ter seu ponto de preferência.
  • Coerência - Busque usar hidratantes e desodorantes com o mesmo cheiro. Se não for possível, use produtos neutros ou sem cheiro para as fragrâncias não brigarem.
  • Moro num país tropical – O clima do Brasil faz com que o cheiro do perfume importado (criado em países mais frios) tenha uma expansão maior. Por isso, durante o dia opte pela versão EUA de toilette (mais leve), marcas nacionais (com menor fixação) ou ainda body splash (leves colônias usadas no pós-banho).
  • Hábitos noturnos – À noite você pode optar por uma fragrância elaborada com ingredientes mais encorpados e fixação maior. A regra também vale para o inverno. Mas a medida é sempre a mesma (duas gotas ou uma borrifada).
  • Perfumada para trabalhar – Nem pense em se entupir de perfume para ir ao trabalho. Mesmo uma fragrância chique pode parecer desinfetante se usada em excesso. Sempre respeite a temperatura do ambiente e a dosagem.
  • Perfumada para suar – Se a falta de desodorante pode ser um problema na prática de esportes, o uso de perfume na academia ou nas atividades esportivas, também. Opte por um bom desodorante e, no máximo, um body splash. Nada, além disso.
  • E se exagerou? – Errou na quantidade ou alguém a alertou? Vá ao banheiro e tente lavar a região perfumada. Se não for possível, passe um pano ou um guardanapo úmido. Isso vai ajudar a diminuir o estrago.

Em dias quentes, dê preferência aos aromas cítricos, ervas, florais e frutados mais leves e mais marcantes para o inverno como os florais mais sensuais, adocicados, ambarados e amadeirados. Também há uma diferença entre os perfumes utilizados durante o dia e à noite. Dê preferência aos aromas mais frescos para o dia e mais marcantes para a noite.
Agora é hora de escolher as suas fragrâncias preferidas e deixar sua marca por onde passar, com elegância e sofisticação.



Gostaram das dicas?                                                                                                   


You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu tenho rinite, e sofro com aromas de perfume, e as pessoas não tem um pingo de bom senso, começo a espirar, o nariz coça demais. Pior é no ambiente de trabalho, as pessoas que tem mania de após o almoço retocar o perfume, aiiii terrível!!!!!!!!! Perfume só após o banho..

    Bjos,

    Mony
    Um blog sobre esmaltes

    ResponderExcluir
  2. Amei as dicas! Perfume é tdb msm haha, mas temos que saber como usar.. conheço gente que o perfume é ótimo mas exagera demais..e fico enjoada de ficar perto rsrs.
    Amo perfumes doces, e como tem vários ótimoos no mercado costumo variar também :D

    beijos

    amandamelomakeup(.blogspot.com)

    ResponderExcluir

Estou muito feliz com a sua visita, o blog foi feito para você! Não deixe de participar com o seu comentário. Beijos!

Subscribe