COMO FAZER CHIMARRÃO TRADICIONAL E COM SABORES DIFERENTES

quarta-feira, setembro 07, 2016


Acredito que todos já saibam que eu sou gaúcha, no mês de setembro temos várias comemorações do nosso estado e como vocês já devem ter ouvido ou lido, a bebida tradicional do nosso estado é o chimarrão.


Eu e meu esposo não costumávamos tomar chimarrão até nos casar, porém desde então ele tem feito parte do nosso dia a dia, afinal o bom mate une aqueles a quem tanto amamos e nos aproxima de novas pessoas. É muito gostoso esse momento, pois em um mundo tão corrido, as pessoas não param mais para conversar e que dirá para compartilhar uma bebida com alguém que muitas vezes você acabou de conhecer. Aqui no Sul essa tradição ainda se mantém viva e é muito bacana.
O chimarrão divide opiniões principalmente das pessoas de outros estados que experimentam, algumas gostam, outras não, mas o segredo está na forma de preparo, o tipo de erva. Existem as mais suaves, as mais amargas e tudo vai do toque extra que você coloca ou se será o chimarrão tradicional. Por isso quis trazer algumas opções para vocês testarem e experimentarem.

Como fazer o chimarrão tradicional:


1 - Preencher a cuia (recipiente) com 2/3 de erva-mate para chimarrão.
2 - Tapar a cuia e incliná-la ao ponto de encostar a erva-mate num lado. Pode-se utilizar um aparador, prato ou até mesmo as próprias mãos para tapar a cuia.
3 - Na parte vaga você deve colocar a água morna (apenas para começar seu chimarrão). Colocando água morna você não queima a erva-mate e não deixa seu chimarrão amargo. Nas demais cuias a água correta é aquela que chia na chaleira ou 64ºC, sem deixá-la ferver.
4 - Tape a boca da bomba com seu dedo polegar e coloque-a dentro da cuia descendo-a rente à sua parede, para que não fique ao meio da erva e não tranque seu chimarrão. Se a água descer após você retirar o dedo da bomba, seu chimarrão estará pronto.
5 - Agora é só saborear. Se preferir use um filtro para a bomba. O filtro impede o entupimento da bomba.

  • Chimarrão com mescla:
Pode-se acrescentar à água de preparo do chimarrão vários tipos de erva, para acentuar o sabor ou para fins medicinais, tais como boldo, camomila, capim-limão, carqueja, guaco e hortelã. As mesclas nunca devem ser colocadas junto com a erva-mate, porque podem impregnar a cuia com diferentes sabores.


  • Chimarrão doce:
Prepara-se o chimarrão de modo tradicional, acrescentando uma colher de açúcar a cada cuia.  Pode substituir o açúcar por mel, açúcar mascavo ou folha de stévia.


  •  Chimarrão com leite:
Prepara-se o chimarrão do modo convencional. Em lugar de água, coloca-se leite fervido, com açúcar e canela.


  • Chimarrão com gelatina:
Prepara-se o chimarrão do modo convencional e acrescenta à água de preparo do chimarrão um pacote de gelatina do sabor que referir. (Eu prefiro a gelatina de morango), que deixa o mate bem docinho e contrasta com a erva.


Espero que tenham gostado das dicas e experimentem, tenho certeza que aos poucos vocês descobrirão prazer de apreciar um bom chimarrão com quem vocês amam.


Bom feriado!                                                                                                                   

You Might Also Like

0 comentários

Estou muito feliz com a sua visita, o blog foi feito para você! Não deixe de participar com o seu comentário. Beijos!

Subscribe